Estudo defende união entre SNS, privados e misericórdias para eficiência financeira da saúde - Plataforma Media

Estudo defende união entre SNS, privados e misericórdias para eficiência financeira da saúde

Um estudo desenvolvido pelo Instituto Superior de Economia e Gestão defende uma reforma urgente no Serviço Nacional de Saúde, apresentando 45 medidas para melhorar a organização do setor da saúde em Portugal e o seu financiamento.

Um estudo apresentado esta quarta-feira defende uma reforma urgente no serviço nacional de saúde (SNS), com o objetivo de melhorar a organização e financiamento do setor em Portugal.

A equipa de investigadores do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) e da EY Parthenon olhou para o financiamento da saúde em Portugal e concluiu que deve haver uma convergência entre o sistema público, privado e social, de forma a tornar o setor da saúde mais eficiente, em termos de recursos humanos e materiais, de acesso à saúde mas também em termos de financiamento.

Leia mais em TSF.

Assine nossa Newsletter