General condenado a seis anos de prisão por corrupção - Plataforma Media

General condenado a seis anos de prisão por corrupção

O Tribunal Central Criminal de Sintra condenou a penas de prisão efetiva entre os três anos e seis anos de prisão dez militares, incluindo um major-general e dois coronéis, da Força Aérea, por, entre 2011 e 2016.

Foram acusados de terem sobrefaturado mais de 1,8 milhões de euros no fornecimento das messes daquele ramo das Forças Armadas.

Outros 13 foram sentenciados com penas suspensas entre os dois anos e meio e quatro anos e meio. Outros sete foram absolvidos de todos os crimes.

Em causa estão crimes de corrupção passiva e, nalguns casos, também de falsificação de documento.

Na prática, os gestores das messes faturariam aos fornecedores mais do que aqueles alimentos que tinham efetivamente adquirido. O valor da diferença seria depois repartido entre os empresários e os militares, incluindo um general, Raul Milhais de Carvalho, dois coronéis, Jorge Lima e Alcides Fernandes, e dois outros oficiais superiores da Direção de Abastecimento e Transportes da Força Aérea.

As penas mais pesadas foram aplicadas a Milhais de Carvalho e Alcides Fernandes, de 61 e 57 anos.

Leia mais em Jornal de Notícias

Related posts
AngolaEntrevista

Historiador do MPLA alerta para risco de rotura no partido devido ao combate à corrupção

ChinaSociedade

Mais de 20.000 pessoas condenadas por corrupção na China em 2020

EntrevistaMundo

"Os porta-aviões da China não representam uma ameaça séria para o Japão"

AngolaPolítica

“Meninos de rua” foram usados para fazer depósitos milionários em Angola

Assine nossa Newsletter