Protecção ambiental adia metas para redução de plásticos - Plataforma Media

Protecção ambiental adia metas para redução de plásticos

A Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental afasta, “por enquanto”, definir metas para a redução do uso de produtos descartáveis de plástico em Macau.

Numa resposta ao deputado Sulu Sou, os Serviços de Protecção Ambiental argumentam que “existem diferentes opiniões na sociedade sobre a implementação de medidas restritivas, pelo que o Governo deve equilibrar e ponderar” a eficácia das proibições.

Para o Executivo, “elevar a sensibilização (…) é a forma mais eficaz para promover práticas mais amigas do ambiente”.

Ainda que, “por enquanto, não haja uma meta de redução, continuará a proceder-se à revisão dos trabalhos relacionados”, afirmam os Serviços de Protecção Ambiental.

Leia mais em TDM

Artigos relacionados
EconomiaMundo

Membros da UE adotam plano de biodiversidade, ONGs estão prudentes

Cabo VerdeFuturo

Jovens cabo-verdianos transformam 7,5 toneladas de óleo alimentar usado em sabão e detergente

ChinaSociedade

Centros de incineração abertos ao público

Portugal

Ambiente com 26 mil milhões de euros do Programa Nacional de Investimentos

Assine nossa Newsletter