Isabel dos Santos nega transferências associadas à sua família -

Isabel dos Santos nega transferências associadas à sua família

A empresária angolana Isabel dos Santos negou esta segunda-feira ter feito transferências associadas à sua família, após uma investigação ter revelado que ela e o marido foram alvo de relatórios sobre atividades suspeitas, e que classificou de “difamatória”.

A engenheira Isabel dos Santos nunca fez transferências associadas ‘à sua família’, sendo esta alegação falsa e difamatória. A engenheira Isabel dos Santos é uma empresária independente, não existindo nenhuma associação entre os seus negócios e a sua família. A empresária só representa os seus interesses próprios e de mais ninguém“, refere um comunicado hoje enviado à Lusa, reagindo à investigação divulgada no domingo pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ), da qual o Expresso, do grupo Impresa, é parceiro.

De acordo com a investigação, a filha do ex-presidente de Angola José Eduardo dos Santos “foi alvo de dois relatórios sobre atividades suspeitas em 2013 nos Estados Unidos, um do JP Morgan e outro do Standard Chartered” devido a “transferências ligadas à Unitel e ao negócio dos diamantes em que Sindika Dokolo [marido de Isabel dos Santos] foi sócio do Estado angolano”.

Segundo o Expresso, o relatório tem dezenas de páginas e foi concluído em 16 de outubro de 2013: “É um dos dois documentos incluídos nos FinCEN Files que estão relacionados com Isabel dos Santos. Uma funcionária do departamento de ‘compliance’ do JP Morgan Chase Bank, nos Estados Unidos, enviou-o no dia seguinte para a FinCEN, a agência federal responsável por processar e reencaminhar suspeitas sobre potenciais esquemas de lavagem de dinheiro para eventual investigação pelas autoridades policiais”.

Leia mais em Jornal de Notícias

Related posts
AngolaSociedade

PGR admite complexidade no caso Isabel dos Santos

AngolaPolítica

Isabel dos Santos diz-se alvo de "vingança pessoal" de João Lourenço

AngolaPortugal

Caixa Geral de Depósitos executa Isabel dos Santos

AngolaSociedade

Luanda Leaks: Num ano, muito mudou para Isabel, muito pouco mudou para Angola

Assine nossa Newsletter