Não foram dois, nem quatro. Ana Rocha de Sousa venceu seis prémios em Veneza - Plataforma Media

Não foram dois, nem quatro. Ana Rocha de Sousa venceu seis prémios em Veneza

Filme português “Listen” foi agraciado com mais dois prémios no Festival de Cinema de Veneza

Depois de arrecadar os importantes prémios “Leão do Futuro – Luigi De Laurentiis”, no valor de 100 mil dólares, o prémio especial do júri da secção competitiva “Horizontes”, o “Bisato d’Oro” de melhor realização, um dos galardões paralelos do Festival de Cinema de Veneza, e o “Sorriso Diverso Veneza” pela abordagem de questões sociais, Ana Rocha de Sousa acaba de arrecar mais dois galardões: “Casa Wabi – Mantarraya Award” e o “HFPA”, partilhado com os filmes “The Wasteland”, de Ahmad Bahrami, and “Genus Pan”, de Lav Diaz.

O filme “Listen”, da realizadora portuguesa Ana Rocha de Sousa, foi distinguido com o prémio Bisato d’Oro de melhor realização, um dos galardões paralelos do Festival de Cinema de Veneza, em Itália, revelou a distribuidora NOS Audiovisuais.

A 77.ª edição do Festival de Cinema de Veneza terminou no sábado, dia em que foram anunciados os principais galardões.

“Listen” é a primeira longa-metragem da atriz e realizadora Ana Rocha de Sousa e a narrativa inspira-se em factos reais. Retrata um drama familiar de uma família portuguesa emigrada no Reino Unido, a quem os serviços sociais retiram os três filhos menores, por suspeita de maus tratos.

Em entrevista à agência Lusa dias antes da estreia mundial do filme em Veneza, a realizadora recuava a 2016 para falar da criação deste filme, depois de ter vivido e estudado em Londres, de ter sido mãe e de ter tomado conhecimento de casos de emigrantes que viveram aquele drama, retratado em “Listen”.

“Não é de todo um filme contra ninguém em específico, mas pretende levantar questões; se não haverá outras formas de salvaguardar o superior interesse estas crianças e destas famílias para lá da adoção. (…) A grande dificuldade do tema são algumas definições demasiado subjetivas em termos legais que tornam o sistema [social] muito falível”, contou.

“Listen” tem coprodução luso-britânica, foi rodado nos arredores de Londres com elenco português e inglês, encabeçado por Lúcia Moniz, Ruben Garcia e Sophia Myles. Chegará aos cinemas portugueses em 2021.

Em 2019, o prémio “Bisato d’Oro” de melhor realização foi atribuído ao filme português “A Herdade”, de Tiago Guedes.

Ontem, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou a realizadora numa no site da Presidência. “Os galardões agora atribuídos a “Listen” acolhem assim uma nova cineasta e uma esperança do cinema português”, lê-se na nota que traça o percurso da atriz e realizadora.

Também o primeiro-ministro, António Costa, parabenizou a realizadora. “Parabéns à realizadora Ana Rocha de Sousa, duplamente premiada pelo seu primeiro filme, “Listen”! Mais um reconhecimento internacional do cinema português e um motivo de orgulho para o nosso país.”

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Related posts
CulturaMacau

Cinema: “Uma História de 2020”, marca a estreia de Peeko Wong na animação

BrasilCultura

Morre Paulo Gustavo, o maior fenômeno de público da história do cinema do país

CulturaMundo

Filme "Nomadland" foi o grande vencedor dos prémios BAFTA

Cultura

Cerimónia dos Óscares terá sedes na Grã-Bretanha e França para os que não puderem viajar

Assine nossa Newsletter