Combate à droga. Governo quer acrescentar dez substâncias à lei

Combate à droga. Governo quer acrescentar dez substâncias à lei

O Governo anunciou na passada sexta-feira que pretende adicionar à actual lei de combate à droga mais 10 substâncias sujeitas a controlo, entre elas estupefacientes e substâncias usadas para o seu fabrico.

Em conferência de imprensa, o porta-voz do Conselho Executivo, André Cheong, explicou que o acrescento à actual lei de combate à droga, tem como objectivo actualizar as tabelas anexas ao diploma, de forma a estarem de acordo com as organizações internacionais, como a Comissão das Nações Unidas para os Estupefacientes.

A ONU, em 2019, classificou “12 substâncias como substâncias sujeitas ao controlo internacional, 10 das quais ainda não estão sujeitas à actual Lei de combate à droga”, precisou André Cheong.

O responsável explicou ainda que das 10 substâncias, sete são estupefacientes e as outras três são precursores, ou seja, matérias primas usadas para o fabrico de droga.

Leia mais em Hoje Macau

Artigos relacionados
PortugalSociedade

Redes sociais substituem darknet no tráfico de droga

Sociedade

Consumo de droga aumenta na Europa

BrasilSociedade

São Paulo. Marcha da Maconha reúne multidão contra guerra às drogas

MundoSociedade

Consumo de droga aumentou durante a pandemia de Covid-19

Assine nossa Newsletter