Governo da Guiné-Bissau propõe declaração de estado de calamidade - Plataforma Media

Governo da Guiné-Bissau propõe declaração de estado de calamidade

O Governo da Guiné-Bissau anunciou hoje que vai propor ao Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, o levantamento do estado de emergência e a declaração do estado de calamidade a partir de 09 de setembro.

A decisão foi tomada durante a reunião do Conselho de Ministros, realizada no Palácio do Governo, em Bissau, e depois de debatido um relatório elaborado pelo Alto Comissariado para a Covid-19.

O Conselho de Ministros deliberou “propor o levantamento do estado de emergência e, em consequência, declarar o estado de calamidade a partir de 09 de setembro”, lê-se no comunicado divulgado à comunicação social.

Segundo os últimos dados divulgados segunda-feira pelo Alto Comissariado para a Covid-19, a Guiné-Bissau tem um total acumulado de 2.245 casos de infeção pelo novo coronavírus, incluindo 38 vítimas mortais e 1.226 recuperados.

Os primeiros casos foram registados no país em março, tendo o Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, declarado o estado de emergência, que tem sido sucessivamente prolongado, a última vez até 08 de setembro.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 863.679 mortos e infetou mais de 26 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Assine nossa Newsletter