Escola Portuguesa de Macau sofreu um ataque informático - Plataforma Media

Escola Portuguesa de Macau sofreu um ataque informático

A Escola Portuguesa de Macau garantiu aos pais dos alunos, em Julho, que na sequência do ataque informático, ocorrido em Abril, foram alertadas todas as entidades competentes.

O HM apurou ontem que a PJ recebeu a queixa do director do EPM apenas esta quarta-feira, dia 12, e que foi a única entidade pública contactada pela escola. Segundo o director da EPM, foi enviado um e-mail “nos finais de Abril, início de Maio”, a alertar a PJ para o sucedido.

Como o HM noticiou ontem, o sistema de consulta e gestão de informação entre alunos, encarregados de educação e professores, NetGiae, usado na Escola Portuguesa de Macau (EPM), foi alvo de um ataque informático, facto comunicado à Associação de Pais da Escola Portuguesa (APEP) numa reunião realizada no dia 16 de Julho.

Num sumário da reunião, passado aos pais associados e a que HM teve acesso, é referido que “foi esclarecido pela Direcção [da EPM] que todas as entidades competentes tiveram conhecimento do sucedido.”

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
MacauSociedade

Manuel Machado toma hoje posse como director da EPM até 2024

MacauSociedade

Pais contestam explicações sobre aumento de propinas na EPM

MacauPortugal

EPM lidera ranking de exames fora de território português

MacauSociedade

História da China vai chegar à Escola Portuguesa

Assine nossa Newsletter