Governo português tem poder para suspender jogos da Liga dos Campeões

por Guilherme Rego

A final a oito da Champions começa na quarta-feira em Lisboa. O Atlético de Madrid foi o primeiro clube a pôr à prova o rigoroso protocolo de segurança da UEFA, que até contempla a possibilidade de cancelamento de jogos.

O Atlético de Madrid está a pôr à prova a organização da UEFA para a final a oito da Liga dos Campeões, que se inicia nesta quarta-feira em Lisboa, com a realização do jogo entre a Atalanta e o Paris Saint-Germain, no Estádio da Luz, que irá definir a primeira equipa a estar presente nas meias-finais.

E tudo porque, na véspera de viajar para Lisboa para disputar a fase decisiva da prova milionária, a equipa espanhola, onde joga o português João Félix, viu dois dos seus jogadores testarem positivo para a covid-19, foram eles o defesa croata Sime Vrsaljko, que recupera de lesão e por isso já não poderia ser utilizado na Champions, e o extremo argentino Ángel Correa, que apesar de estar assintomático fica em isolamento domiciliário.

Leia mais em Diário de Notícias

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!