Jorge Carlos Fonseca é o mais rico de Cabo Verde - Plataforma Media

Jorge Carlos Fonseca é o mais rico de Cabo Verde

Um ranking publicado pela Africa Trendy revela as pessoas mais ricas de Cabo Verde, onde o Presidente da República do país, Jorge Carlos Fonseca, lidera, sem que, no entanto, seja adiantado o valor da sua fortuna

Nascido no Mindelo em 1950, Jorge Carlos Fonseca é um político de carreira, advogado e também professor universitário. Foi Ministro dos Negócios Estrangeiros de 1991 a 1993.

Foi ainda investigador na área do Direito Penal no Instituto Max-Planck, em Friburgo, na Alemanha, Professor de Direito e Processo Penal no Instituto de Medicina Legal de Lisboa e Professor Associado Convidado em Macau (1989-1990). Participou, como perito contratado pelas Nações Unidas, nos trabalhos de elaboração da Constituição de Timor-Leste (2001 e 2002). É o Presidente da República desde 2011, apoiado pelo MpD, tendo tornado-se tornando-se o quarto presidente do país independente.

Em segundo lugar surge outro político. O ex-primeiro-ministro José Maria Neves, no cargo de 2001 a 2016, é membro do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde.

Nascido em 1960, foi deputado da Assembleia Nacional de 1996 a 2000. Nas eleições autárquicas de 2000, foi eleito Presidente da Câmara do Concelho de Santa Catarina.

A fechar o pódio surge Manuel Inocêncio Sousa, também político. Nascido no Mindelo em 1951, foi Ministro dos Negócios Estrangeiros entre 2001 e 2002 e, posteriormente, Ministro das Infraestruturas, Transportes e Mar. De 1991 a 2001 foi deputado da Assembleia Nacional.

Na quarta posição surge Carlos Veiga, antigo primeiro-ministro de Cabo Verde de 1991 a 2000. Veiga nasceu no Mindelo em 1949, estudou em Portugal e ainda viveu em Angola,  Conservador no Registo Civil da cidade do Bié, no Huambo. Foi deputado na Assembleia Nacional e, em 2016, foi nomeado Embaixador de Cabo Verde nos Estados Unidos da América.

Ulisses Correia da Silva é a pessoa que se segue no ranking, ocupando a quinta posição. Nascido na Praia em 1962,  é o atual primeiro-ministro de Cabo Verde e pertence ao partido Movimento para a Democracia, do qual é presidente.

Ulisses e Correia e Silva teve uma experiência no sector bancário, entre 1989 e 1994, tendo sido diretor do Departamento de Administração do Banco de Cabo Verde. Também empresário, foi ainda secretário de Estado das Finanças entre 1995 e 1998 e ministro das Finanças entre 1999 e 2000.

Na sexta posição segue Janira Hopffer Almada que liderou o PAICV de 2014 a 2016. Nascida em 1978 na Praia, a advogada é filha do político, escritor e jurista, David Hopffer Almada.

Em sétimo lugar aparece Guadalberto do Rosário. O polícito, ex-primeiro-ministro de Cabo Verde, nasceu em São Nicolau em 1950. Foi ainda Ministro da Agricultura de 1991 a 1993 e Ministro da Coordenação Económica de 1995 a 2000.

A oitava posição é ocupada por Basílio Ramos. Chegou à política como membro do PAICV e foi o quinto presdiente da Assembleia Nacional do país. Para além de deputado, foi ainda Ministro da Saúde.

Aristides Lima é o nome que se segue na lista. Ocupou o cargo de presidente da Assembleia Nacional de 2001 a 2011. Nascido na ilha da Boa Vista 1955. LIcenciou-se em Jornalismo em Berlim, na Alemanha, e exerceu a profissão de 1976 a 1978 no “Voz di Povo”.

O último lugar do top 10 pretence a Vera Duarte Pina. Ativista dos direitos humanos nascida no Mindelo em 1952, foi juíza conselheira do Supremo Tribunal da Justiça e conselheira do Presidente da República. Estreou-se na literatura em 1993 com o livro de poesia Amanhã Amadrugada. O seu primeiro romance de 2003, A Candidata, recebeu o Prémio Sonangol de Literatura.

Africa Trendy é uma empresa de média digital para rankings baseados em opiniões e com crowdsourcing em praticamente tudo.

Saiba também quam são os mais ricos em Angola, Moçambique e Guiné-Bissau.

Este artigo está disponível em: English 繁體中文

Related posts
BrasilCabo Verde

PR de Cabo Verde vai encontrar-se com Bolsonaro para atrair mais investimento brasileiro

Cabo VerdeGuiné-Bissau

PR de Cabo Verde diz que há “reaproximação” e “cumplicidade” com a Guiné-Bissau

BrasilEconomia

Desigualdade cresce e 1% no topo da pirâmide do Brasil concentra metade da riqueza

MacauPortugal

EPM lidera ranking de exames fora de território português

Assine nossa Newsletter