Farto de críticas à política ambiental brasileira, ministro lembra: “EUA mataram índios”

por Rute Coelho

Numa visita a Washington, o ministro da Economia de Bolsonaro, Paulo Guedes, perdeu a paciência ao ser questionado num evento do Aspen Institute sobre a política ambiental do Brasil. “Vocês mataram seus índios, não miscigenaram”, criticou, exaltado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, subiu o tom ao ser questionado em Washington sobre a política ambiental do governo do presidente Jair Bolsonaro. “Entendemos a preocupação de vocês (norte-americanos), porque vocês desmataram suas florestas. Vocês querem nos poupar de desmatar a floresta, como vocês desmataram as suas. Sabemos que vocês tiveram guerras civis, também tiveram escravidão, e só pedimos para que vocês sejam amáveis como somos amáveis. Vocês mataram seus índios, não miscigenaram”, afirmou.

Guedes proferiu estas declarações no evento Aspen Security Forum, organizado pelo Aspen Institute, um think thank (centro de estudos) de Washington.

De referir que este think thank americano é conhecido por reunir personalidades de todo o mundo em eventos como o que teve a participação de Guedes, tendo como público investidores, empresários, diplomatas e acadêmicos.

Então, Guedes foi preparado para responder sobre economia, mas foi questionado sobre o combate à corrupção no governo Bolsonaro, sobre a condução da crise sanitária e sobre o desmatamento nas florestas brasileiras. O ministro respondeu calmamente a uma das primeiras perguntas. Começou, porém, a perder o controle quando questionado pelo repórter da revista The Atlantic sobre a saída do ex-ministro Sérgio Moro do governo e suas declarações de que Bolsonaro não combate a corrupção.

Chegou a ser cortado em sua resposta final, quando lançou o argumento da soberania nacional para dizer que a Amazônia é um assunto que diz respeito ao Brasil: “Os militares estão dizendo, obrigado pela preocupação, mas essa é nossa terra. Não precisamos desmatar a Amazônia para produzir produtos agrícolas.”

Leia mais em ISTOÉ

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!