Metro ligeiro é seguro, garante governo de Macau - Plataforma Media

Metro ligeiro é seguro, garante governo de Macau

O secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, defendeu na quinta-feira que o metro ligeiro “é seguro” e que os quatro incidentes registados desde o início do funcionamento – a 10 de Dezembro – foram avarias, e não tiveram sequer a gravidade de acidente.


O metro ligeiro registou uma interrupção logo no primeiro dia em que foi aberta a linha da Taipa. O último incidente foi este mês.

Na quinta-feira na Assembleia Legislativa para responder a interpelações dos deputados, o secretário para os Transportes e Obras Públicas referiu-se ao novo meio de transporte “como uma criança, que ainda nem sabe andar”, e que sofreu também os efeitos da pandemia, a começar pela redução no número de passageiros.

No início da operação, o bilhete era grátis e, segundo Raimundo do Rosário, isso contribuiu para que, em média, mais de 30 mil pessoas andassem de metro por dia. Mas depois passou veio a pandemia da COVID-19, e as viagens baixaram para menos de 500 por dia. Entretanto recuperaram até 2.000 diariamente, explicou, numa resposta a uma interpelação do deputado Ho Ion Sang.

Leia mais em TDM

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter