Livro proibido em Hong Kong publicado em Portugal - Plataforma Media

Livro proibido em Hong Kong publicado em Portugal

Joshua Wong

Jovem de Hong Kong, um dos rostos mais visíveis do movimento pró-democracia, é o autor de “(Da Falta de) Liberdade de Expressão” agora publicado pela Bertrand. O livro está entre os retirados das bibliotecas de Hong Kong após a entrada em vigor da nova lei de segurança nacional

No mês em que entra em vigor em Hong Kong a nova lei de segurança nacional, chega às livrarias portuguesas, editado pela Bertrand, o manifesto político e biografia de Joshua Wong, um dos mais jovens ativistas políticos daquela região e rosto das manifestações pró-democracia da ex-colónia britânica.

“(Da Falta de) Liberdade de Expressão”, escrito a quatro mãos com Jason Y. NG, foi um dos livros retirados das bibliotecas de Hong Kong esta semana. A obra “conta como Wong passou de um jovem tímido que gostava de banda desenhada para ser considerado um dos líderes mais influentes do mundo pelas revistas TIME, Prospect e Forbes”, lê-se no comunicado de imprensa da Bertrand. “Wong combina sem esforço a sua própria história com a de Hong Kong – seu sistema político, desigualdades sociais, paradoxos e idiossincrasias e a luta para obter concessões da mais poderosa autocracia do mundo”.

A obra está dividida em três partes: explica como Wong se tornou um ativista político, reúne as cartas que escreveu enquanto prisioneiro político e termina com um apelo global à união e à ação em defesa dos valores democráticos. Com introdução de Ai Weiwei – artista e ativista chinês – e prefácio de Chris Patten – último governador de Hong Kong – “(Da Falta de) Liberdade de Expressão” é um livro “essencial para compreendermos a atualidade política internacional e a importância da defesa dos valores democráticos em todo o mundo”, diz a editora em comunicado.

Assine nossa Newsletter