Início China Do coronavírus à fronteira com a Índia: as frentes de batalha da gigante China

Do coronavírus à fronteira com a Índia: as frentes de batalha da gigante China

Susana Salvador

A diplomacia do Lobo Guerreiro defendida pelo presidente Xi Jinping não se limita a palavras mais assertivas nas redes sociais, exigindo também ações mais agressivas que colocam a China em vários combates.

Ocoronavírus é uma frente de batalha recente para a China, mas a maioria dos combates em que o gigante asiático está hoje envolvido não são novidade. O que é novo é a diplomacia do Lobo Guerreiro (Wolf Warrior) que o presidente Xi Jinping tem defendido, mais assertiva e proativa, preparada para responder agressivamente à mínima crítica nas redes sociais.

Conhecida pelo nome dos filmes nacionalistas de sucesso de 2015 e 2017, nos quais um herói militar chinês, ao estilo de Rambo, combate mercenários norte-americanos em África, esta é muito diferente da visão de Deng Xiaoping. “Observe os eventos que se desenrolam com imparcialidade; permaneça seguro na nossa posição; permaneça imperturbável diante dos desafios; esconda nossas capacidades e espere a nossa hora; evite reivindicar liderança enquanto avança na nossa causa”, defendia o ex-líder. A nova diplomacia não se limita a palavras mais assertivas, exigindo também ações mais agressivas que deixam a China a combater em diferentes frentes.

Leia mais em Diário de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!