OIT. Mercado de trabalho no sul da Europa pode afundar 15,9% até julho

por Guilherme Rego

Os países do sul da Europa, onde se inclui Portugal, vão enfrentar o segundo pior impacto do mundo em termos de perdas no mercado de trabalho daqui até meados do ano, com uma redução de 15,9% na atividade dos trabalhadores projetada pela Organização Internacional do Trabalho esta quarta-feira. A perda equivale a nove milhões de postos de trabalho a tempo completo, contabilizados em 40 horas semanais, em linha como o padrão europeu de horários de trabalho.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!