CEO do BNU está de saída - Plataforma Media

CEO do BNU está de saída

Pedro Cardoso, CEO do BNU, vai deixar o banco. O PLATAFORMA sabe que o presidente-executivo do Banco Nacional Ultramarino já comunicou a decisão internamente. O jornal tentou falar com o responsável que optou por não comentar a notícia, por enquanto. O banqueiro português está em Macau desde 2011, quando assumiu a liderança do BNU, que pertence à Caixa Geral de Depósitos. Desde 2011, as receitas do BNU cresceram 107 por cento. Já o número de clientes subiu 17 por cento. Em junho de 2017, eram 225 mil clientes em Macau, cuja população ronda os 650 mil habitantes. Só no ano passado, os lucros do BNU em Macau subiram 26 por cento, correspondendo ao total de 706 milhões de patacas. Em 2016, o banco tinha registado lucros de 560,5 milhões de patacas. No ano anterior, em 2016, a atividade de ligação aos países de expressão portuguesa do BNU em Macau cresceu quase 20 por cento. Em conjunto com o Banco da China, o BNU é o banco emissor de moeda na região. Atualmente conta com 20 agências, incluindo uma na Ilha da montanha, em Zhuhai. A agência, situada na Província de Guangdong, foi aberta por causa do desenvolvimento das relações comerciais entre Macau e a China Continental, e tendo em conta o papel do território como intermediário entre o Continente e os países de língua portuguesa. Pedro Cardoso foi eleito “Banqueiro do Ano” na Ásia, pela revista “World Finance”, no ano passado. O PLATAFORMA também procurou saber junto do BNU e da Caixa Geral de Depósitos quem irá suceder ao responsável, mas sem sucesso até ao fecho da edição. 

15.02.2018

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Related posts
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Opinião

O caminho da montanha

Assine nossa Newsletter