DILMA E AÉCIO AGRADECEM; MARINA NÃO DEFINE APOIO - Plataforma Media

DILMA E AÉCIO AGRADECEM; MARINA NÃO DEFINE APOIO

 

A presidenta e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), o candidato do PSDB ao Planalto, Aécio Neves e a ex-ministra Marina Silva (PSB) falaram sobre resultados eleitorais na noite de domingo, após apuramento da quase totalidade das urnas eletrônica. Dilma e Aécio disputarão em segundo-turno, no próximo dia 26 de outubro, o cargo de presidente da República. Com 99,65% das urnas apuradas, às 22h19, Dilma tinha 41,56% dos votos, Aécio 33,59% e Marina 21,31%.

No apuramento, a petista aparece na frente em 15 estados, Aécio lidera em dez e Marina em dois. Entre as regiões do país, Dilma está na frente no Nordeste e no Norte. Aécio aparece dominando Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Já considerando os votos no exterior, Aécio também aparece na frente (49,26%), em segundo está Marina (26,05%) e em terceiro Dilma (18,52%).

Em pronunciamento, Dilma agradeceu ao povo brasileiro a maioria dos votos em primeiro turno. “Mais uma vez o povo brasileiro me honrou com a sua confiança ao me dar a vitória nessa disputa de primeiro turno”. A presidenta considerou o resultado sua “sétima vitória”, referindo-se aos dois governos Lula e à sua primeira gestão. “Sinto como se deles (os eleitores) eu tivesse recebido um recardo simples que diz que eu devo seguir em frente, continuar nessa luta junto com cada um para mudar o Brasil”, complementou. “A luta continua, uma luta que sem dúvida será mais uma vez vitoriosa porque é a luta da maioria do povo brasileiro”, concluiu.

Já Aécio Neves se disse “honrado” com vaga no segundo turno. Sobre possíveis apoios para fortalecer candidatura, tucano afirmou que “todos os que tiverem contribuições serão bem-vindos, são brasileiros que querem ver o país voltar a crescer”, destacou. Candidato citou, ainda seu avô Tancredo Neves: “Não vamos nos dispersar, estamos apenas no meio da caminhada, na metade da travessia”. Aécio afirmou que retomará campanha a partir desta segunda-feira (6). Quanto a possível apoio do PSB para disputa em segundo turno Aécio preferiu não ser taxativo. “Tenho enorme respeito por Marina Silva, é preciso que aguardemos que cada um tome o caminho que achar adequado”, destacou o candidato afirmando não ter conversadocom a pessebista até o momento.

Marina Silva também não falou abertamente sobre apoios. Ex-ministra apontou, no entanto que irá dialogar com sua equipe e reafirmou que discorda do governo atual. “Estaremos dialogando entre nós, da coligação, sobre o segundo turno. Mas sabemos que o Brasil sinalizou, desde 2010, que claramente que não concorda com o que aí está”, disse. “Estou muito feliz de saber que temos lideranças que foram eleitas e serão muito importantes para o nosso trabalho”, complementou Marina em entrevista coletiva.

 

SEM IMPREVISTOS

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Antonio Dias Toffoli, também comentou em coletiva, no fim da noite deste domingo (5), o andamento do processo eleitoral em primeiro turno. Segundo o ministro, as eleições foram consideradas tranquilas. “Estamos vivendo um grande momento da democracia. Quanto menos a Justiça Eleitoral aparecer, melhor é para o estado democrático brasileiro”, destacou. O ministro pontuou, ainda, que a substituição de urnas em várias seções eleitorais ocorreu devido à idade útil dos equipamentos, datados de 2004 e 2006.

 

Agência Brasil

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Opinião

Liberalismo selvagem

Opinião

A Carne De Porco É Cara? Criemos Porcos!

Opinião

Pedido de Compensação Americano Terá Lugar Amanhã

Opinião

O caminho da montanha

Assine nossa Newsletter