O BRASILEIRO JOSÉ INÁCIO DEDICOU A VIDA À LAVOURA E À CONSTRUÇÃO CIVIL - Plataforma Media

O BRASILEIRO JOSÉ INÁCIO DEDICOU A VIDA À LAVOURA E À CONSTRUÇÃO CIVIL

O brasileiro José Inácio dedicou a vida à lavoura e à construção civil. Nem teve tempo para outros assuntos – chegou virgem aos 65 anos. Após décadas de trabalho duro, foi para um lar em São Paulo, suspirando por descanso. Porém, quando lá entrou deparou-se com Maria do Rosário, uma bela viúva de 71 anos que, embora com dificuldades em andar, mexeu forte com o coração dele. Apesar de tímido e inexperiente, José depressa sucumbiu ao desejo. E declarou-se. Ela, descrita pelo pessoal do lar como boa gente mas muito mandona, resistiu. “Eu já vivia aqui quando ele chegou. Correu os olhos por mim, de alto a baixo. Nem liguei, mas com o passar do tempo começámos a conversar e ele fez o pedido de casamento. Respondi-lhe ‘sai fora, rapaz’. Depois pensei melhor e aceitei. Agora já dei muito beijo na boca!” José nem acreditou quando ouviu o sim. Nervoso perante a perspectiva da estreia, foi falar com um psicólogo, que lhe revelou noções básicas de sexualidade. A direcção do lar também agiu com generosidade, dando aos noivos um quarto comum e organizando o casamento. Houve padre, doces e salgadinhos, vestido de noiva, tudo a que eles tinham direito. Tudo mesmo.

 

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Assine nossa Newsletter