Início Manchete Falhas deixam mortes naturais em casa à mercê de funerárias em Portugal

Falhas deixam mortes naturais em casa à mercê de funerárias em Portugal

Falta de orientações claras e de controlo de sistema "formatado" para se morrer no hospital abre porta a que médicos emitam certificados sem ir ao domicílio.

A inexistência de orientações claras para a certificação de mortes naturais em casa e de controlo a posteriori dos procedimentos adotados nesse âmbito pelos clínicos estão a deixar a emissão de certificados de óbito no domicílio a cargo de médicos contactados por funerárias, que nem sempre se deslocam ao local do falecimento cujas causas atestam.

Leia mais em Jornal de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!