Início Brasil Proporção de negros assassinados no Brasil é a maior em 11 anos

Proporção de negros assassinados no Brasil é a maior em 11 anos

A proporção de pessoas negras assassinadas no Brasil atingiu sua maior marca em 11 anos em 2021, mostram os dados do Atlas da Violência 2023, publicado nesta terça-feira (5) pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Naquele ano, 78,5%, ou quase 8 em cada 10 vítimas de homicídio no país, eram negras. Em 2011, início da série histórica, esse grupo representava 71,4% das mortes violentas. Com isso, a taxa de homicídios entre negros em 2021 (31 casos para 100 mil habitantes) era o triplo da registrada entre o restante da população (brancos, amarelos e indígenas), de 10,8.

O levantamento considera negros a soma de pretos e pardos, segundo a classificação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, do instituto, apontam que as pessoas que se autodeclaram pretas e pardas são 56% da população.

O Atlas identifica quem são os mortos no país e quais as violências sofridas pelos diferentes grupos da população.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!