Marrocos pode substituir Ucrânia e juntar-se à candidatura ibérica

por Gonçalo Lopes

A candidatura ibérica à organização do Campeonato do Mundo de futebol de 2030 pode sofrer uma alteração muito significativa. A Ucrânia, que se juntava a Portugal e Espanha, pode ser afastada do processo na sequência de um escândalo relacionado com o presidente da federação local, Andriy Pavelko, detido no final do ano passado com a acusação de desviar fundos, estando em risco de ser punido com pena de prisão de um ano.

Segundo informações que circularam em Espanha nas últimas horas, Marrocos perfila-se como um sério candidato a substituir a Ucrânia, mas de momento nada é garantido, até porque a FIFA ainda não confirmou que são viáveis candidaturas conjuntas de países de diferentes continentes.

Leia mais em O Jogo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!