Emprego interrompe recuperação e taxa de desemprego regista maior subida desde a pandemia

por Viviana Chan
Dinheiro Vivo

INE. Emprego começou a ceder, recuando cerca de 0,5% entre o terceiro e quarto trimestre de 2022. Taxa de desemprego total subiu para 6,5% e nos jovens já vai em quase 20%, outra vez.

No último trimestre do ano passado, o emprego em Portugal interrompeu a tendência de recuperação que se registava no começo de 2021 e a taxa de desemprego deu o maior salto desde meados de 2020, quando o país estava a entrar nos primeiros desconfinamentos da pandemia, indicou o Instituto Nacional de Estatística (INE), esta quarta-feira.

Parece ser o primeiro grande embate efetivo da atual crise inflacionista no mercado de trabalho nacional.

Tardou, mas o mercado laboral começa a vacilar, apesar dos apoios públicos e do discurso de aparente confiança dos últimos meses.

Para já a economia portuguesa evitou uma recessão, mas o abrandamento da atividade é notório e a confiança dos investidores parece estar a marcar passo, contribuindo para o adiamento ou a paragem de vários negócios e investimentos e travando a criação de novos postos de trabalho.

Segundo o novo inquérito trimestral ao emprego do INE, no 4.º trimestre de 2022, a população empregada recuou entre o terceiro e o quarto trimestre, para um total de 4,9 milhões de pessoas.

Foi “uma diminuição de 0,5% (26,2 mil) em relação ao trimestre anterior”, interrompendo assim a tendência de recuperação do emprego que se tinha iniciado no arranque de 2021, depois dos vários confinamentos iniciais da pandemia que paralisaram a atividade da maioria das empresas e a mobilidade das pessoas.

Em termos homólogos, o emprego ainda consegue registar um pequeno acréscimo — cerca de “0,5% (23,9 mil) — face ao último trimestre de 2021.

No desemprego, tudo aparentemente pior.

Leia mais em: Dinheiro Vivo

Pode também interessar

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!