Início Atualidade Orçamento de Moedas para três palcos em Lisboa é de 705 mil euros

Orçamento de Moedas para três palcos em Lisboa é de 705 mil euros

A seis meses de a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) trazer a Lisboa os esperados 1,5 milhões de peregrinos, não é o evento, mas as contas o que faz notícia. Na semana passada, depois de se conhecer o valor do palco da missa final, foi divulgado um projeto para um dos momentos chave da JMJ, o acolhimento ao Papa, que teria um custo superior a 2 milhões de euros. Tratava-se, segundo confirmou a Câmara de Lisboa, de uma das quatro versões rejeitadas por Moedas por não se enquadrar no budget.

O DN sabe que o orçamento total aprovado pela Câmara Municipal de Lisboa para as três estruturas que vão ser erguidas na cidade, uma no Parque Eduardo VII, outra no Terreiro do Paço e outra na Alameda, não excede os 705 mil euros mais IVA.

À semelhança do que aconteceu, por exemplo, em Madrid, a Jornada em Lisboa terá os momentos altos (incluindo o Acolhimento ao Papa e a Via Sacra) em locais centrais da cidade, com capacidade para receber a multidão de fiéis que se espera para o evento, portugueses e estrangeiros. Nas localizações escolhidas, serão montadas as estruturas, cumprindo o caderno de encargos passado. O Projeto final para o Parque Eduardo VII está ainda por aprovar, uma vez que as hipóteses já apresentadas não tinham cabimento orçamental.

Certo é que os três palcos montados em Lisboa terão de cumprir todos os requisitos, nomeadamente de capacidade e segurança, ficando dentro do limite estabelecido para os gastos: os tais 705 mil euros mais IVA. Recorde-se que estão já inscritos, a seis meses do evento, mais de meio milhão de peregrinos para vir a Portugal entre os dias 1 e 6 de agosto.

Leia mais em Diário de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!