Início Desporto Ingleses pagaram quase 600 milhões de euros aos três grandes de Portugal desde 2020

Ingleses pagaram quase 600 milhões de euros aos três grandes de Portugal desde 2020

São 573,35 milhões de euros deixados por clubes da I liga inglesa nos cofres de Benfica, FC Porto e Sporting no espaço de apenas três anos (de janeiro de 2020 até janeiro de 2023) e mais de metade deste valor investido só nesta época. O fecho do mercado de transferências de janeiro veio comprovar que Portugal continua a ser um dos países mais exportadores e que os emblemas da Premier League são quem mais gasta (de longe) na aquisição de reforços em todo o mundo.

Só esta época os clubes ingleses desembolsaram 311 milhões de euros em jogadores dos três grandes da I Liga portuguesa. Um valor em muito justificado pelo investimento que o Chelsea fez na aquisição de Enzo Fernández ao Benfica, uma soma recorde de 121 milhões de euros, tornando o médio campeão do mundo pela Argentina no craque mais caro de sempre da Premier League.

O investimento dos emblemas britânicos esta época em jogadores do campeonato português começou no verão passado, com as vendas de Darwin ao Liverpool (80M), Matheus Nunes ao Wolverhampton (45M), Fábio Vieira ao Arsenal (35M), Palhinha e Vinícius ao Fulham (20M e 5M, respetivamente). Já neste mercado de inverno, além de Enzo, Pedro Porro trocou o Sporting pelo Tottenham, numa transferência por empréstimo até ao final da época por cinco milhões de euros, mas com compra obrigatória do passe em junho por mais 40 milhões de euros.

Leia mais em Diário de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!