TAP investe mais 48 milhões em remunerações, as vítimas das trotinetas e outros destaques TSF - Plataforma Media

TAP investe mais 48 milhões em remunerações, as vítimas das trotinetas e outros destaques TSF

A CEO da TAP destacou que a empresa está a trabalhar em soluções que “permitam recompensar os trabalhadores por todos os esforços desenvolvidos e que permitam também mitigar o impacto da subida da inflação”.

A TAP vai investir 48 milhões de euros em remunerações aos trabalhadores, “para alívio dos cortes salariais”, tendo registado, no ano passado, uma “das maiores receitas da sua história”, disse a presidente executiva (CEO) Christine Ourmières-Widener.

O ministro das Finanças, Fernando Medina, afirmou esta terça-feira que a política salarial que está a ser seguida em Portugal “responde de forma adequada” à estimativa de inflação. Ministro falava no final de dois dias de reuniões em Bruxelas, nas quais se discutiu um relatório da Comissão Europeia que admite margem em Portugal para aumento de salários.

O presidente do Tribunal de Contas, José Tavares, anunciou que a instituição vai avançar com uma auditoria à TAP. Realçou que perante polémicas o Tribunal tende a manter-se à margem, mas “acompanha, vê, ouve e lê”, estando prevista a ação no plano da instituição.

No dia em que o Ministério da Administração Interna e a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária organizam o seminário “Mobilidade activa: futuro em segurança”, a TSF revela o testemunho de dois feridos graves em acidentes com trotinetas e as recomendações do médico ortopedista Marino Machado.

Questionado no Parlamento, o ministro António Costa Silva considerou que Portugal não pode ser uma “selva de suspeição sobre tudo e sobre todos” e expressou confiança em José Maria Costa, o atual secretário de Estado do Mar, que está sob investigação por ajustes diretos feitos enquanto foi autarca em Viana do Castelo.

Leia mais em: TSF

Assine nossa Newsletter