Buscas onde caiu avião no Nepal suspensas até segunda-feira após resgate de 69 corpos - Plataforma Media

Buscas onde caiu avião no Nepal suspensas até segunda-feira após resgate de 69 corpos

As operações de busca e salvamento no local onde caiu hoje um avião da Yeti Airlines, no centro do Nepal, foram suspensas até segunda-feira, depois de recuperados 69 corpos, adiantou fonte do Exercito nepalês.

Contudo, a companhia aérea já revelou não ter esperança de que haja sobreviventes.

A suspensão das buscas, noticiada pela agência ANI, ocorre após a recuperação dos corpos de 69 das 72 pessoas que estavam a bordo do avião, segundo um comunicado da companhia aérea divulgado pelo News18.

O Nepal decretou que segunda-feira será dia de luto nacional pelas vítimas do acidente.

O primeiro-ministro, Pushpa Kamal Dahal, está no centro de coordenação do Aeroporto Internacional de Tribhuwan, em Katmandu, acompanhado do ministro do Interior, Rabi Lamichhane.

Das 72 pessoas a bordo – 68 passageiros, incluindo seis menores, e quatro tripulantes – cinco eram cidadãos da Índia, quatro russos, dois coreanos, um australiano, um argentino, um irlandês e um francês, detalhou o porta-voz da Yeti Airlines, Sudrashan Bardaula, citado pela Agence France-Press (AFP).

O avião tinha saído de Katmandu com destino a Pokhara cerca das 10:30 (hora local) e caiu durante a manobra de aproximação ao Aeroporto Internacional de Pokhara, no vale do rio Seti.

A autoridade de aviação disse que o último contacto da aeronave com o aeroporto antes de cair foi feito pelas 10:50 (hora local).

Pokhara, localizada a 200 quilómetros a oeste de Katmandu, é a porta de entrada para o Circuito de Annapurna, um trilho de caminhada popular nos Himalaias.

Imagens e vídeos partilhados no Twitter mostraram nuvens de fumo no local do acidente, enquanto equipas de resgate e grandes grupos de pessoas se acumulavam em torno dos destroços da aeronave.

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter