China diz que não teve mortes por covid-19 após mudança de critério - Plataforma Media

China diz que não teve mortes por covid-19 após mudança de critério

A China assegurou nesta quarta-feira (21) que não registou uma única morte por covid-19 depois de ter alterado na véspera os critérios de definição de mortes por coronavírus, o que fará com que a maioria dos casos não seja contabilizada.

O governo chinês anunciou na terça-feira que somente as pessoas que faleceram diretamente por insuficiência respiratória causada pelo coronavírus serão contabilizadas nas estatísticas de morte por covid-19.

Anteriormente, eram incluídas as pessoas que faleciam por outra doença enquanto estavam infectadas pela covid-19.

Enquanto isso, os hospitais estão cheios, as prateleiras das farmácias vazias e os crematórios transbordando, depois que o governo decidiu em novembro encerrar sua política de confinamentos, quarentenas e testes em massa para conter o coronavírus.

“Atualmente, depois de ser infectado com a variante ômicron, a principal causa de morte são as doenças subjacentes”, disse Wang Guiqiang, do Primeiro Hospital da Universidade de Pequim, em entrevista coletiva da Comissão Nacional de Saúde (CNS).

“Os idosos têm condições subjacentes e apenas uma pequena parte morre diretamente de insuficiência respiratória causada por uma infecção por covid”, acrescentou.

Do nordeste ao sudoeste do país, trabalhadores de crematórios disseram à AFP que estão lutando para lidar com o aumento no número de mortes.

Pequim admitiu na semana passada que a escala do surto se tornou “impossível” de rastrear desde o fim dos testes obrigatórios.

O país registrou 3.049 novos casos de covid-19 nesta quarta-feira e nenhuma morte.

O Departamento de Estado americano indicou na segunda-feira que o aumento de infecções na China se tornou uma questão de preocupação internacional.

“Os números do vírus são preocupantes para o resto do mundo, dado o tamanho do PIB da China”, disse Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
MundoSociedade

OMS mantém nível máximo de alerta para a pandemia

Sintomas de covid desaparecem em um ano em casos leves, segundo estudo

Macau

Turistas chineses escolhem Macau em busca de inoculação “mais eficaz”

China

UE encoraja Estados-membros a imporem testes à covid-19 a passageiros oriundos da China

Assine nossa Newsletter