UE, imigração, energia: o programa da coligação de direita em Itália - Plataforma Media

UE, imigração, energia: o programa da coligação de direita em Itália

União Europeia (UE), imigração, política familiar e energética: esses são os pontos principais do programa da coligação italiana de extrema direita e direita, vencedora das eleições legislativas deste domingo

Esses temas estão incluídos no acordo eleitoral assinado entre dois partidos de extrema direita – o Irmãos da Itália, de Giorgia Meloni, e o Liga, de Matteo Salvini – e o partido conservador Força Itália, de Silvio Berlusconi.

Política externa

Cumprimento dos acordos adquiridos no âmbito da Aliança Atlântica.

Apoio à Ucrânia diante da invasão russa e apoio a qualquer iniciativa diplomática que busque uma solução para o conflito.

Adesão plena ao processo de integração europeia, com a perspectiva de uma UE mais política e menos burocrática.

Revisão das regras do Pacto de Estabilidade e da governança econômica, que busca manter a solidez das finanças públicas dos países membros após a introdução da moeda única.

Defesa e promoção das raízes históricas e culturais judaico-cristãs da Europa e da sua identidade.

Economia e Social

Plena utilização dos recursos do Plano de Recuperação Pós-Pandemia, superando os atrasos atuais em sua aplicação.

Acordo com a Comissão Europeia, conforme previsto na regulamentação europeia, para uma revisão do Plano de Recuperação em função das condições, necessidades e prioridades.

Redução da pressão fiscal sobre as famílias, empresas e trabalhadores autônomos.

Supressão da renda mínima universal.

Reavaliação da pensão mínima e dos benefícios sociais e de invalidez. 

Instituições

Eleição do presidente da república por sufrágio universal direto.

Continuação do processo de reconhecimento das autonomias regionais, garantindo mecanismos de equiparação.

Famílias

Plano de apoio à natalidade, incluindo creches gratuitas, creches nas empresas e brinquedotecas.

Redução do IVA sobre os produtos e serviços para crianças pequenas. 

Introdução progressiva do subsídio familiar.

Segurança, imigração

Luta contra todas as formas de antissemitismo e fundamentalismo islâmico. 

Luta contra a imigração irregular e gestão ordenada dos fluxos de imigração legal.

Promover a inclusão social e trabalhista dos imigrantes legais.

Defesa das fronteiras nacionais e europeias.

Bloqueio de embarcações para impedir o tráfico de seres humanos, em acordo com autoridades do norte da África.

Estabelecimento de pontos em territórios extraeuropeus, administrados pela UE, para examinar os pedidos de asilo.

Energia e meio ambiente

Transição energética durável.

Aumento da produção de energias renováveis.

Diversificação da oferta de energia e implementação de um plano de autossuficiência energética.

Avaliar o uso de energia nuclear limpa e segura.

Respeitar e atualizar os compromissos internacionais assumidos pela Itália para combater as mudanças climáticas.

Related posts
Sociedade

Itália revela descoberta de 24 estátuas de bronze escondidas há 2300 anos

DesportoPortugal

Portugal e Itália empatam a dois no Mundial de hóquei em patins

Política

Meloni garante que Itália continuará a ser "parceiro confiável" da NATO e União Europeia

MundoPolítica

Meloni reivindica liderança do próximo governo italiano

Assine nossa Newsletter