Início » Fazer compras online tornou-se numa opção que veio para ficar em Portugal

Fazer compras online tornou-se numa opção que veio para ficar em Portugal

Já são mais de 5,2 milhões os portugueses que compram online. Um número que cresceu 4,2% face a 2021, de acordo com o Barómetro E-Commerce da Marktest. Ou seja, 60% do universo de consumidores aderiram às compras através da internet, uma tendência de crescimento transversal a todas as idades e que corrobora os números apurados pelas empresas que asseguram as entregas físicas das encomendas.

Como refere ao DN/Dinheiro Vivo, Nuno Álvares Pereira, diretor de Mkt&Sales da DHL Express Portugal, no primeiro semestre de 2022, a distribuidora registou um crescimento de 24% no valor do negócio das entregas internacionais feitas a consumidores portugueses, face à média dos anos de 2020 e 2021. “Nos primeiros seis meses de 2022, registámos também um aumento de 2% em volume de entregas internacionais feitas a esses mesmos consumidores portugueses”, avançou o responsável.

Leia ainda: Explorar o potencial do consumo nas férias

Nuno Álvares Pereira acrescentou que a DHL portuguesa aferiu no primeiro semestre deste ano um crescimento de 32% no valor do negócio, no que toca às compras internacionais realizadas em lojas online portuguesas, face à média dos anos de 2020 e 2021. Quanto às áreas com maior volume de entregas, a DHL assinala os setores da moda (roupa, calçado e cosmética), dos bens de consumo rápido e tecnologia.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Contact Us

Generalist media, focusing on the relationship between Portuguese-speaking countries and China.

Plataforma Studio

Newsletter

Subscribe Plataforma Newsletter to keep up with everything!