Cardeal-Patriarca de Lisboa foi ao Vaticano falar ao Papa dos abusos sexuais - Plataforma Media

Cardeal-Patriarca de Lisboa foi ao Vaticano falar ao Papa dos abusos sexuais

A diocese de Lisboa e o Patriarca têm sido notícia por causa dos alegados abusos sexuais cometidos por sacerdotes. Um caso em particular tem levantado dúvidas sobre a postura de D. Manuel Clemente que, ao ser informado por uma vítima, não denunciou o caso às autoridades.

Em comunicado, o patriarcado refere que “o encontro, pedido pelo Cardeal-Patriarca de Lisboa, realizou-se num clima de comunhão fraterna e num diálogo transparente sobre os acontecimentos das últimas semanas que marcaram a vida da Igreja em Portugal”.

Esta audiência ocorreu no dia me que o jornal “Expresso” divulga que, além do patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, também o bispo da Guarda, Manuel Felício, e o bispo emérito de Setúbal, Gilberto Reis, terão tido conhecimento de queixas de abusos por parte de padres e não comunicaram essas suspeitas nem à Polícia Judiciária nem ao Ministério Público, as autoridades civis com competência para investigar este tipo de crimes.

Na semana passada, depois de uma notícia do jornal “Observador”, que revelou que o patriarca de Lisboa tinha tido conhecimento de uma denúncia de abusos sexuais de menores relativa a um sacerdote do Patriarcado e chegou mesmo a encontrar-se pessoalmente com a vítima, mas optou por não comunicar o caso às autoridades civis e por manter o padre no ativo com funções de capelania”, Manuel Clemente escreveu uma carta aberta a explicar a situação.

Leia mais em Jornal de Notícias

Related posts
PolíticaSociedade

Papa Francisco chegou ao Canadá para "peregrinação penitencial"

MundoSociedade

Papa diz que mundo está a viver uma III Guerra Mundial

Sociedade

Papa Francisco rejeita rumores de que quer renunciar

Sociedade

Papa Francisco critica "crueldade" russa na Ucrânia

Assine nossa Newsletter