Bruxelas propõe redução de 15% de uso do gás até à primavera - Plataforma Media

Bruxelas propõe redução de 15% de uso do gás até à primavera

A Comissão Europeia propôs, esta quarta-feira, uma meta para redução do consumo de gás na União Europeia (UE) de 15% até à primavera, quando se teme o corte no fornecimento russo, admitindo avançar com redução obrigatória da procura perante alerta.

Num documento publicado, esta quarta-feira, sobre “poupar gás para um inverno seguro”, o executivo comunitário aponta que “a UE enfrenta o risco de novos cortes no fornecimento de gás da Rússia, devido ao armamento das exportações de gás do Kremlin, com quase metade dos Estados-membros já afetados por entregas reduzidas”.

Leia também: Bruxelas pode declarar emergência na UE ou regional perante corte de gás russo

Tomar medidas agora pode reduzir tanto o risco como os custos para a Europa

“Tomar medidas agora pode reduzir tanto o risco como os custos para a Europa em caso de maior ou total perturbação, reforçando a resiliência energética europeia e, por conseguinte, a Comissão propõe hoje um novo instrumento legislativo e um Plano Europeu de Redução da Procura de Gás, para reduzir a utilização de gás na Europa em 15% até à próxima primavera”, anuncia a instituição.

Leia também: Reduções nas entregas de gás russo através do Nord Stream são “ataque” à Europa

Apontando que “todos os consumidores, administrações públicas, famílias, proprietários de edifícios públicos, fornecedores de energia e indústria podem e devem tomar medidas para poupar gás”, a Comissão Europeia vinca que irá, também, “acelerar o trabalho de diversificação da oferta, incluindo a compra conjunta de gás para reforçar a possibilidade da UE de obter fornecimentos alternativos de gás”.

Leia mais em: Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter