Países da UE concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035 - Plataforma Media

Países da UE concordam em encerrar venda de novos carros a combustão até 2035

Os 27 países membros da União Europeia aprovaram na madrugada desta quarta-feira (29) o projeto do executivo comunitário para proibir a venda de carros novos a combustão até 2035 e reduzir as emissões a zero

A proposta havia sido anunciada pela Comissão Europeia em julho de 2021 e deve contribuir para alcançar os objetivos climáticos do continente, em particular a neutralidade carbônica no horizonte de 2050.

A pedido de alguns países, como Alemanha e Itália, os 27 concordaram em contemplar a futura admissão de tecnologias alternativas como combustíveis sintéticos ou motores híbridos recarregáveis se permitirem a eliminação total das emissões de gases de efeito estufa.

Os ministros do ambiente europeus, reunidos em Luxemburgo, também prorrogaram por cinco anos, até ao final de 2035, as isenções de emissões concedidas aos fabricantes de “nicho” ou àqueles que produzam menos de 10.000 veículos por ano.

Esta cláusula, muitas vezes chamada de “emenda Ferrari”, beneficiará particularmente as marcas de luxo.

Estas medidas devem agora ser negociadas com os eurodeputados que este mês também se posicionaram sobre as propostas do executivo europeu.

“Isso constitui um grande desafio para nossa indústria automobilística”, reconheceu a ministra francesa da Transição Ecológica, Agnès Pannier-Runacher, que presidiu a reunião na terça-feira.

Ela salientou também que é uma “necessidade” face à concorrência chinesa e americana que tem apostado fortemente nos veículos elétricos, considerados o futuro da indústria.

Estas decisões tomadas “com antecedência” vão “permitir uma transição planejada e acompanhada”, acrescentou a ministra.

Este artigo está disponível em: English

Related posts
BrasilSociedade

Brasil aposta no hidrogénio verde com a construção da maior fábrica do mundo

BrasilSociedade

Cidade de São Paulo tem mês de julho mais quente desde 1943

MundoPolítica

UE pode alterar sanções contra a Rússia caso afetem alimentos ou fertilizantes

BrasilCultura

Mostra Ecofalante de Cinema estreia em São Paulo esta quarta-feira

Assine nossa Newsletter