Início Desporto Leões vão hoje a votos com Varandas lançado para vitória

Leões vão hoje a votos com Varandas lançado para vitória

Frederico Varandas vai tentar ser eleito pela segunda vez como presidente do Sporting, no sábado, num sufrágio em que terá a oposição de Nuno Sousa e Ricardo Oliveira.

Em setembro de 2018, o antigo diretor clínico foi eleito o 44.º presidente do Sporting, sucedendo a Bruno de Carvalho, que tinha sido destituído do cargo em junho desse ano, no ato eleitoral com maior participação de sempre no clube, com 22.510 sócios votantes.

Na altura, Frederico Varandas recebeu 42,32% dos votos, contra os 36,84% de João Benedito, com José Maria Ricciardi a ter 14,55%, seguido de Dias Ferreira (2,35%), Fernando Tavares Pereira (0,9%) e Rui Jorge Rego (0,51%).

As eleições, marcadas para a primeira data disponível, vão decorrer no Pavilhão João Rocha, em Lisboa, entre as 09:00 e as 20:00, já depois de os sócios de fora da Área Metropolitana de Lisboa terem tido oportunidade de votar por correspondência.

Os sócios vão votar para uma lista única, que engloba os três órgãos do clube, Mesa da Assembleia Geral (MAG), Conselho Diretivo (CD) e Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) e respetivos presidentes.

Frederico Varandas. O militar que chegou para ganhar e que quer diminuir o fosso para os rivais

Eleito presidente do Sporting em setembro de 2018, Frederico Varandas foi muito criticado pelos adeptos nos dois primeiros anos do mandato, mas os excelentes resultados desportivos entretanto alcançados praticamente acabaram com a contestação. Garante que o Sporting está muito melhor do que quando assumiu o cargo, e para o segundo mandato assinala como grande objetivo anular o fosso que, na sua opinião, ainda existe para os rivais FC Porto e Benfica.

Varandas apresenta como grande cartão-de-visita a conquista do título de campeão nacional de futebol, 19 anos depois. A tão criticada aposta em Rúben Amorim para treinador – depois de o clube pagar os 10 milhões de euros de cláusula de rescisão entre o técnico e o Sp. Braga – veio a revelar-se acertada. No seu mandato, o Sporting conquistou ainda 12 títulos europeus e um mundial nas outras modalidades.

Sexta-feira, véspera das eleições, Varandas jogou uma grande cartada, com o Sporting a assegurar o financiamento de 38,5 milhões de euros (M€), voltando a antecipar receitas decorrentes dos direitos televisivos, publicidade e patrocínio, para recomprar os Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC).

Leia mais em Diário de Notícias

Contate-nos

Meio de comunicação social generalista, com foco na relação entre os Países de Língua Portuguesa e a China

Plataforma Studio

Newsletter

Subscreva a Newsletter Plataforma para se manter a par de tudo!