OMS desaconselha tratamento com plasma para pacientes com Covid

OMS desaconselha tratamento com plasma para pacientes com Covid

A Organização Mundial da Saúde (OMS) desaconselha o tratamento de pessoas com sintomas leves ou moderados de covid-19 com plasma sanguíneo de pacientes que se recuperaram da doença, declarou a entidade esta terça-feira

A OMS desaconselha o tratamento com plasma. O plasma de pessoas convalescentes com anticorpos produzidos pelo seu corpo para combater o coronavírus apresentou sinais promissores quando administrado por via intravenosa a outros pacientes com covid-19.

Mas, uma recomendação publicada no British Medical Journal, a OMS afirma que “evidências reais mostram que o tratamento não aumenta as hipóteses de sobrevivência ou reduz a necessidade de ventilação mecânica, além de ser caro e levar muito tempo para ser administrado”.

Por esse motivo, a OMS emite “uma forte recomendação” contra ou uso de plasma sanguíneo para pessoas que não apresentem sintomas graves de covid-19 e, mesmo nos casos mais críticos, indica que este tratamento só deve ser administrado como parte de um ensaio clínico.

O tratamento com plasma foi um dos tratamentos potenciais testados no início da pandemia, mas mostrou ter benefícios limitados.

Leia também: Hemorio estuda tratamento de covid-19 com plasma de vacinados

A OMS afirma que esta recomendação é baseada nos resultados de 16 testes envolvendo mais de 16.200 pacientes com sintomas leves, graves e críticos de covid-19.

Related posts
AngolaBrasil

Pandemia agradece aos individualismos

ChinaLusofonia

Cooperação China-PLP ajuda países a superarem pandemia

BrasilSociedade

Brasil bate recorde de contágios diários de covid, com 137.103 casos

MundoPolítica

Ministro da Economia do Perú testa positivo à Covid-19

Assine nossa Newsletter