Consul filipino pede a cidadãos que desistam de eventos políticos

Consul filipino pede a cidadãos que desistam de eventos políticos

O Consulado Geral das Filipinas em Macau apelou ontem aos seus cidadãos para que desistam de actividades e encontros de cariz político. A mensagem foi difundida ontem, depois de no domingo o Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) ter “convidado” 16 pessoas para a esquadra, por estarem envolvidas em actividades relacionadas com as presidenciais de 2022 nas Filipinas

“O Consulado gostava de recordar a todos os Filipinos em Macau para desistirem de se envolverem em encontros, reuniões e outras actividades com um cariz político ou partidário, incluindo a utilização de faixas e uniformes”, pode ler-se na mensagem, partilhada ontem à tarde. “Aos Filipinos é recordado, mais uma vez, que devem observar de forma rigorosa as leis e regulamentos do Governo de Macau e respeitar as sensibilidades da comunidade local”, foi acrescentado.

A mensagem do consulado, actualmente liderado por Porfirio Mayo Jr, destaca as declarações dos governantes locais que negam aos não-residentes o direito de reunião e manifestação. “As recentes declarações das autoridades de Macau têm enfatizado que o direito de reunião e manifestação em espaços públicos é dos residentes permanentes de Macau e está sujeito às leis e regulamentos aplicáveis, incluindo a necessidade de obter uma autorização prévia”, é indicado.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
Mundo

Ciclone “Kompasu” deixa nove mortos e 11 desaparecidos nas Filipinas

MundoPolítica

Presidente filipino mantem silêncio sobre Nobel da Paz atribuído a opositora

MundoPolítica

Presidente filipino Duterte irá preparar defesa contra TPI

MundoPolítica

Manny Pacquiao anuncia candidatura às presidenciais

Assine nossa Newsletter