Analistas falam dos riscos das propostas de revisão da lei do jogo

Analistas falam dos riscos das propostas de revisão da lei do jogo

Vários analistas alertaram ontem, num debate promovido pela Fundação Rui Cunha e a Macau Business, para a intenção das autoridades em ter um maior controlo sobre a indústria do jogo, tendo em conta a proposta de revisão da lei actualmente em consulta pública

Analistas alertam para os riscos da revisão da lei do jogo. Alidad Tash, consultor, referiu a introdução da figura de um delegado do Governo junto das operadoras, que tanto pode ter uma intervenção flexível com o uma mais rígida.

O alerta dos analistas para os riscos da revisão do jogo é “este grande ponto de interrogação, e também pensar na questão da distribuição de dividendos, que fez rodar muitas cabeças. O que é isso significa, pedir permissão para distribuir lucros? Como funciona?”, questionou.

Para o advogado Rui Pinto Proença, estas matérias “podem ou não ter impacto na chegada de novos investidores”. Tudo irá depender “da forma como serão colocadas na lei”.

“O papel de um observador com o poder para participar nas reuniões do conselho de administração, ver os registos da empresa e reportá-los ao regulador, pode ser menos problemático num contexto de monopólio, mas uma vez que falamos de seis operadoras que competem umas com as outras, a questão da confidencialidade é algo muito sério. Podemos ter aqui um caminho de acesso às decisões comerciais internas das operadoras”, acrescentou.

Leia mais em Hoje Macau

Related posts
EconomiaMacau

Receitas dos casinos de Macau sobem 54,6% em novembro

EconomiaMacau

Hotelaria perdeu 9 mil trabalhadores

MacauPolítica

Operadoras de Jogo pedem mais detalhes sobre revisão da lei

EconomiaMacau

Casinos: Receitas de agosto são as mais baixas do ano

Assine nossa Newsletter