Maioria dos sem-abrigo não tomou vacina - Plataforma Media

Maioria dos sem-abrigo não tomou vacina

Quem vive nas ruas do Porto confirma que houve poucos sem-abrigo que receberam a proteção. Câmara conseguiu imunizar 48 pessoas. Situação idêntica em Lisboa, onde o fenómeno é mais grave.

Sem-abrigo não vacinados contra a covid-19 dormem à porta do Teatro Nacional S. João, no Porto. Não tomam banho e fazem as necessidades no parque de camionagem das Camélias, onde todos os dias centenas de pessoas apanham o transporte público.

Na cidade, os números mais recentes indicam que há 590 sem-abrigo (nem todos vivem na rua). A Câmara do Porto, recordando que o processo de vacinação é da responsabilidade da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, ainda conseguiu vacinar 48 pessoas que estavam no centro de acolhimento temporário Joaquim Urbano. Questionada pelo JN, a ARS remeteu a divulgação do número de vacinados para a Segurança Social, que por sua vez não respondeu ao nosso contacto. Em Lisboa, onde há quase 3800 sem-abrigo, também apenas uma pequena percentagem foi vacinada. Apesar dos contactos estabelecidos, não é fácil convencer muitas destas pessoas a vacinar-se.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter