Clube de negócios luso-chinês inaugura sede em Cantão

Clube de negócios luso-chinês inaugura sede em Cantão

Um grupo de empresários portugueses e chineses inaugurou ontem um clube de negócios em Cantão, visando impulsionar o comércio e o investimento, numa altura em que as viagens para aquele país estão praticamente suspensas

“Fazemos tudo o que faz uma câmara de comércio e mais o que eles não fazem”, explicou à agência Lusa Dário Silva, empresário natural do Porto, radicado na China há mais de dez anos, e um dos fundadores do clube de negócios, designado PorCham.

O projecto conta com 50 associados, que representam um total de volume de negócios de 2,5 mil milhões de euros, maioritariamente empresas chinesas com interesses em Portugal, segundo a mesma fonte.

“O objectivo da PorCham é transformar-se na primeira Câmara de Comércio China–Portugal com sede na China, o que não existe e nunca existiu”, explicou Dário Silva.

“Há já alguns projectos de investimento em estudo que passam pela criação de dois fundos de investimento, um vocacionado para o sector imobiliário e outro para o sector empresarial e industrial, bem como dois possíveis investimentos industriais, um no sector da saúde e outro no sector dos compósitos”, revelou.

Leia mais em Hoje Macau

Assine nossa Newsletter