Papa expressa vergonha por abusos sexuais de crianças -

Papa expressa vergonha por abusos sexuais de crianças

Relatório detalhado e devastador sobre os abusos sexuais contra crianças na Igreja Católica francesa durante década indignou Papa

“Desejo expressar às vítimas a minha tristeza e minha dor pelos traumas sofridos, e também a minha vergonha, a nossa vergonha, pela incapacidade da Igreja durante muito tempo para colocá-las no centro das preocupações”, disse o papa. “Rezo e rezamos todos juntos. Tua é glória, Senhor, e nossa a vergonha. É o momento da vergonha”, insistiu na audiência geral, desta quarta-feira.

O papa pediu a todos os líderes religiosos que “sigam adiante com os esforços para que tragédias semelhantes não voltem a acontecer”. Pediu também aos católicos franceses para “assumirem responsabilidades para que a Igreja seja uma casa segura para todos”.

Mais de 300 mil vítimas

​​​De acordo com o relatório, cerca de 216 mil crianças ou adolescentes foram abusados ou agredidos sexualmente por clérigos católicos ou religiosos em França entre 1950 e 2020.

O número de vítimas sobe para 330 mil quando considerados “agressores leigos que trabalham em instituições da Igreja Católica”, disse o presidente da Comissão Independente sobre os Abusos da Igreja (Ciase, segundo a sigla francesa), Jean-Marc Sauvé, durante a apresentação do relatório à imprensa.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter