Vacinação é indispensável mas poderá não erradicar a covid-19 - Plataforma Media

Vacinação é indispensável mas poderá não erradicar a covid-19

O diretor europeu da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostrou-se, esta sexta-feira, pessimista em relação à capacidade de a vacinação contra a covid-19, por mais alta que seja, conseguir travar por si a pandemia.

Em conferência de imprensa, Hans Kluge assinalou que as variantes do coronavírus SARS-CoV-2 diminuem a perspetiva de se atingir imunidade coletiva e que há mais probabilidade de a doença se tornar endémica, sem ser erradicada.

É preciso “antecipar para adaptar as estratégias de vacinação”, defendeu Hans Kluge, que em maio tinha declarado que “a pandemia será travada assim que se atinja uma cobertura de vacinação de 70 por cento da população mundial”.

Questionado se essa percentagem ainda é válida, o diretor europeu admitiu que as variantes mais contagiosas que surgiram e se tornaram dominantes em vários países – como a Delta, predominante em Portugal – mudaram a situação.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter