Fundo ligado a Bill Gates compra rede de hotéis Four Seasons

Fundo ligado a Bill Gates compra rede de hotéis Four Seasons

O fundo de investimento privado Cascade Investments, vinculado ao fundador da Microsoft Bill Gates, chegou a um acordo para assumir o controle da rede de hotéis luxuosos Four Seasons por 2,2 mil milhões de dólares americanos, anunciaram ontem as duas empresas

Com base no acordo, o fundo privado que administra parte dos ativos de Gates aumentará sua participação na rede Four Seasons de hotéis e resorts para 71,25%. Atualmente, o grupo detém 47,5% e, sob o acordo, adquirirá metade dos ativos pertencentes a Kingdom Holding Company (KHC), uma holding de investimentos da Arábia Saudita.

A transação significa que o grupo hoteleiro canadense atingiu US$ 10 bilhões (R$ 52,5 bilhões) em valor de mercado, informou a Four Seasons em nota.

O Fundo de Bill Gates comprou a rede Four Seasons, que foi fundada em 1960 por Isadore Sharp, e conta atualmente com 121 hotéis e resorts, além de 46 propriedades residenciais em 47 países.

Bill Gates compra a rede Four Seasons que foi uma empresa que abriu seu capital no mercado público de ações em 1997, mas passou por um processo de fechamento do mesmo dez anos depois, após um acordo entre o fundo Cascade Investments, a holding KHC e a própria Isadore Sharp, que detém 5% das ações da companhia.

Gates, por sua vez, esteve em evidência recentemente, em maio deste ano, depois que ele e Melinda French Gates anunciaram que estavam se divorciando após um casamento de 27 anos.

Além disso, o magnata também vem sendo alvo de questionamentos por sua associação com o financista norte-americano Jeffrey Epstein, que se suicidou na prisão enquanto esperava por julgamento após ser acusado de tráfico sexual de menores.

Em uma entrevista realizada em agosto para a emissora CNN, Gates descreveu seus vínculos com Epstein com “um grande erro”.

Já a holding saudita KHC foi fundada em 1980 e abriu seu capital em 2007. O grupo possui participação em outras marcas de hotéis de luxo, incluindo o Savoy, em Londres, e o Plaza, em Nova York. Além disso, o conglomerado detém investimentos em aplicativos de transporte de passageiros, e-commerce, e nas indústrias petroquímica e de saúde.

Related posts
Futuro

Turistas espaciais americanos passam primeiro dia em órbita

EconomiaMacau

Falta plano a longo prazo para turismo inteligente

Macau

Macau conquista quatro prémios da PATA

EconomiaMacau

Cerca de 30% de negócios de turismo e restauração fechou portas

Assine nossa Newsletter