Investigação portuguesa abre caminho para reduzir a Covid-19 a uma constipação

Investigação portuguesa abre caminho para reduzir a Covid-19 a uma constipação

O projeto arrancou ainda durante o primeiro confinamento, em abril/maio de 2020.

Uma equipa de investigadores portugueses do Instituto de Tecnologia Química e Biológica da Universidade Nova de Lisboa (ITQB NOVA), em Oeiras, descobriu três compostos que podem reduzir o impacto da Covid-19 a uma constipação.

Em entrevista à Lusa, a investigadora coordenadora Cecília Arraiano salienta que “cada um dos compostos em ação individual reduz 60 a 70% a atividade do vírus SARS-CoV-2“, num projeto que aponta numa direção distinta das vacinas e que está em fase de registo de patentes e tem perspetivas de poder chegar rapidamente ao mercado, porque dois estão aprovados para uso em outras doenças pelo regulador americano: a FDA [Food and Drugs Administration].

Leia mais em TSF

Assine nossa Newsletter