Vaticano não pede passaporte sanitário aos participantes da audiência com o Papa - Plataforma Media

Vaticano não pede passaporte sanitário aos participantes da audiência com o Papa

O Vaticano não pediu o certificado sanitário, exigido em muitos países incluindo em Itália, às centenas de fiéis que esta quarta-feira compareceram na audiência geral com o Papa Francisco, apesar de o requerer aos visitantes dos seus museus e jardins.

Papa Francisco e o resto das pessoas que trabalham e vivem no Estado do Vaticano foram vacinadas e já têm o seu certificado sanitário europeu, depois de ter chegado a acordo com a União Europeia para reconhecer a vacinação realizada através de seu próprio sistema de saúde.

Este certificado, que comprova estar vacinado com pelo menos uma dose, ter vencido a doença ou ter um teste recente com resultado negativo, é exigido aos visitantes dos museus e jardins do Vaticano ou que entrem no palácio dos Papas de Castelgandolfo.

Leia mais em Jornal de Notícias

Assine nossa Newsletter