Ho Iat Seng: PCC é o garante de "Um País, Dois Sistemas"

Ho Iat Seng: PCC é o garante de “Um País, Dois Sistemas”

O Chefe do Executivo disse ontem que “se não existisse o Partido Comunista não existiria a Nova China e sem a liderança do Partido Comunista Macau não usufruiria da prosperidade e da estabilidade”. Ho Iat Seng falava na abertura da exposição de fotografias de celebração dos 100 anos do Partido Comunista da China

O Chefe do Executivo reconheceu ainda que o Partido Comunista da China “uniu e liderou o povo chinês e alcançou êxitos notórios na história do desenvolvimento da Nação Chinesa e do progresso da sociedade humana.

O Chefe do Executivo acrescentou que o Partido Comunista da China “sempre foi o esteio das constantes vitórias da revolução, da construção e da reforma da China,”. Ao longo destes 100 anos, o Partido Comunista da China dirigiu o povo chinês, sublinhou Ho Iat Seng, “na magnífica jornada da grandiosa revitalização da nação chinesa e liderou-o na realização do seu grande salto ao erguer-se, enriquecer-se e fortalecer-se”.

O Chefe do Executivo citou o presidente chinês ao referir que tal como disse Xi Jinping “é uma bênção para a China, para o seu povo e para a Nação Chinesa ter o Partido Comunista da China no poder”. Sem a liderança do Partido Comunista da China, sublinhou Ho Iat Seng, “o País e a nossa nação não seriam capazes de conseguir os êxitos hoje alcançados, nem teriam o estatuto internacional de hoje».

Leia mais em TDM

Related posts
Cultura

Ai Weiwei em Serralves, pela justiça ambiental

CulturaMacau

Exposição de Un Sio San inaugura hoje

CulturaMacau

Exposição sobre Bienal de Veneza inaugurada ontem

ChinaHong Kong

Director do Gabinete de Ligação explica avanço de “um país, dois sistemas”

Assine nossa Newsletter