Juiz federal dá 72 horas para Bolsonaro explicar mudanças na Petrobras - Plataforma Media

Juiz federal dá 72 horas para Bolsonaro explicar mudanças na Petrobras

O juiz da 7ª Vara da Justiça Federal da 1ª Região, em Belo Horizonte (MG), André Prado de Vasconcelos, determinou, nesta segunda-feira (22), que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a União e a Petrobras expliquem a indicação do general Joaquim Silva e Luna para presidente da estatal. As informações são do G1.

A determinação foi motivada por um pedido de liminar feito pelos advogados Daniel Perrelli Lança e Gabriel Senra, para impedir a saída do atual presidente, Roberto Castello Branco, e a posse do general.

Lança disse que o presidente está constrangendo o Conselho de Administração da estatal interferindo por interesses político-ideológicos. De acordo com a lei das estatais 13.303/2016, os membros do Conselho de Administração e os indicados para os cargos de direção, inclusive a presidência, devem ter dez anos de experiência na área de atuação da empresa, além de formação acadêmica compatível com o cargo para o qual foi indicado.

Leia mais em Istoé

Artigos relacionados
BrasilEconomia

Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás

BrasilEconomia

Bolsonaro implodiu programa liberal do Governo ao intervir na Petrobras

BrasilEconomia

Presidente da Petrobras demitido por Bolsonaro justifica os preços do mercado

BrasilEconomia

Em guerra com a Petrobras, Bolsonaro promete isentar de impostos o gás de cozinha e o diesel

Assine nossa Newsletter