China limita passageiros vindos de Portugal a voos diretos

China limita passageiros vindos de Portugal a voos diretos

Os passageiros que vivam em Portugal só serão autorizados a embarcar para a China em voos diretos, anunciou na terça-feira a Embaixada chinesa

Num comunicado, a Embaixada justifica a decisão com a “grave e complexa” situação da pandemia de covid-19 em Portugal e a necessidade de evitar “infeções cruzadas em trânsito”.

A Embaixada deixou de aceitar pedidos para a emissão de um código de saúde de cor verde que sejam apresentados por residentes permanentes em Portugal que pretendam viajar para a China através de um outro país.

Existe atualmente apenas uma ligação direta entre a China e Portugal, com a companhia aérea chinesa Beijing Capital Airlines a voar entre Lisboa e Xi’an, na província de Shaanxi, todas as quintas-feiras e sábados.

A Embaixada chinesa em Portugal deixou também de emitir códigos de saúde para passageiros que vivam em outros países que tenham ligações diretas com a China, mas que pretendessem voar a partir de Lisboa, sublinha o comunicado.

A única exceção são os passageiros vindos de países sem voos diretos para a China que tenham um código de saúde de cor verde emitido pela Embaixada chinesa no país de origem.

No início de Janeiro a Embaixada já tinha obrigado os passageiros que mudassem de voo em Portugal a apresentar dois testes negativos ao novo coronavírus, realizados em locais diferentes, antes de serem autorizados a embarcar para a China.

A 17 de janeiro, a província de Shaanxi, no centro da China, registou um caso importado de covid-19, uma chinesa de 42 anos que tinha voado de Lisboa para Xi’an a 3 de janeiro.

Em outubro, no espaço de três dias, Shaanxi registou três casos de covid-19, todos cidadãos chineses regressados ao país através de Lisboa. Um dos homens veio de Angola, um outro de Cabo Verde e o outro partiu da Bolívia e passou ainda por São Paulo, no Brasil.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.419.730 mortos no mundo, resultantes de mais de 109,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 15.649 pessoas dos 790.885 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Artigos relacionados
ChinaPortugal

China aperta requerimentos a passageiros vindos de Portugal

MacauMundo

Governo de Macau aponta voo de Amsterdão para regresso da Europa

AngolaLusofonia

Angola mantém restrições nas viagens

Assine nossa Newsletter