Pandemia reforça aproximação comercial entre Brasil e Ásia - Plataforma Media

Pandemia reforça aproximação comercial entre Brasil e Ásia

Quase metade das exportações brasileiras em 2020 foram para a região; afinidade cresceu nas duas últimas décadas.

A pandemia do novo coronavírus fortaleceu o movimento dos últimos 20 anos de aproximação comercial entre Brasil e Ásia (sem considerar os países do Oriente Médio), segundo dados do Ministério da Economia compilados pela Folha.

Desde 2001, a participação da Ásia nas transações comerciais (soma da importação e exportação) do Brasil com o mundo vem crescendo. Naquele ano, do montante total, em dólares, do comércio exterior brasileiro, 14% eram relativos ao continente asiático. Essa presença aumentou gradativamente até chegar em 38% em 2019. Com a pandemia, esse percentual pulou para 42% no ano passado.

Para especialistas ouvidos pela reportagem, essa dinâmica ocorreu principalmente pelo rápido desenvolvimento econômico da China nas últimas décadas. Mas não apenas por isso. O crescimento de países como Coreia do Sul, Índia e os integrantes da Asean (Associação de Nações do Sudeste Asiático) também reforçou o movimento.

Se analisados os números de 2020 pelos fluxos, enquanto 35% do importado pelo Brasil veio da Ásia, 47% dos nossos produtos vendidos foram para eles.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
ChinaEconomia

China destrona EUA como primeiro parceiro comercial da UE

LifestyleMundo

Whisky da ilha a que os portugueses chamaram Formosa descobriu Portugal

BrasilChina

Comércio atinge 101 mil milhões de US dólares em 2020

EconomiaMundo

Brexit: Câmara dos Lordes do parlamento britânico aprova acordo comercial com a UE

Assine nossa Newsletter