Ciclone Eloise atinge Moçambique esta madrugada - Plataforma Media

Ciclone Eloise atinge Moçambique esta madrugada

O vento e a chuva tornaram-se mais fortes e a tempestade Eloise evoluiu hoje para a categoria de ciclone, sobre o oceano Índico, devendo atingir a zona da cidade da Beira durante a madrugada, anunciaram as autoridades moçambicanas.

“A tempestade tropical severa Eloise evoluiu, atingindo o estado de ciclone”, explicou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inam) em comunicado, atribuindo-lhe o nível três na escala de um a cinco (escala Saffir–Simpson) que mede a velocidade constante do vento.

Para toda a província de Sofala está prevista chuva acima de 200 milímetros em 24 horas, trovoadas e vento de 140 quilómetros por hora, com rajadas de 160, enquanto na costa a ondulação pode chegar aos 14 metros.

Prevê-se ainda chuva e vento forte em vários distritos das províncias de Manica, Zambézia, Inhambane e Gaza, à medida que a depressão perder força e avançar para sudeste, em direção ao Zimbábue e África do Sul.

O presidente do conselho autárquico da Beira, Daviz Simango, disse hoje que o município está em prontidão para enfrentar a intempérie.

“A cidade deve estar deserta” a partir da tarde de hoje, referiu.

“As instituições e o comércio devem fechar para permitir que todos possam cuidar dos seus haveres. É desta forma que seremos solidários para que cada um de nós seja resiliente e se adapte às mudanças climáticas”, detalhou.

Segundo o autarca, espera-se que o pico da tempestade provocada pelo ciclone na cidade da Beira aconteça entre a 01:00 e as 05:00 da madrugada (entre as 23:00 e as 03:00 em Lisboa).

Artigos relacionados
MoçambiqueSociedade

Centro de tratamento na Beira interrompeu atividades após o ciclone Eloise

MoçambiqueSociedade

Moçambique em alerta para a chegada de tempestade Guambe

MoçambiqueSociedade

Inundações após ciclone afetam 200 mil pessoas em Moçambique

MoçambiqueSociedade

Alerta em Moçambique: tempestade tropical severa coloca em risco quatro milhões de pessoas

Assine nossa Newsletter