Delapidação do erário causa prejuízos de 24 mil milhões de dólares em Angola - Plataforma Media

Delapidação do erário causa prejuízos de 24 mil milhões de dólares em Angola

O Presidente da República, João Lourenço, estimou em aproximadamente 24 mil milhões de dólares os prejuízos causados ao Estado pela delapidação do erário nos últimos anos, valor esse constante dos processos de investigação patrimonial em curso no Serviço Nacional de Recuperação de Activos da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Em entrevista ao jornal norte-americano Wall Street Journal, em Outubro, o Chefe de Estado angolano detalhou que daquele montante 13 mil e 515 milhões foram retirados ilicitamente através de contratos fraudulentos com a Sonangol, 5 mil milhões através da Sodiam e Endiama e os restantes 5 mil milhões retirados através de outros sectores e empresas públicas.

Relativamente aos números concretos do combate à corrupção e seus resultados, o Presidente João Lourenço fez saber que quatro mil milhões, duzentos e trinta e dois milhões, trezentos e vinte mil dólares (USD 4.232.320.000,00) é o valor, até à data, dos bens móveis e imóveis apreendidos ou arrestados no país, tais como fábricas, supermercados, edifícios, imóveis residenciais, hotéis, participações sociais em instituições financeiras e em diversas empresas rentáveis, material de electricidade e outros activos.

Leia mais em Jornal de Angola

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
Angola

Perto de 266 mil cidadãos foram registados no país

AngolaPolítica

PGR angolana enviou cartas rogatórias para ouvir filho de Carlos São Vicente em Portugal

AngolaPolítica

Oficiais angolanos admitem manifestar-se nus para exigir pagamento de dívidas

AngolaSociedade

Mulheres representaram 13 por cento dos mediadores de paz e segurança

Assine nossa Newsletter