Maioria dos portugueses considera adequadas as restrições no Ano Novo - Plataforma Media

Maioria dos portugueses considera adequadas as restrições no Ano Novo

Uma grande maioria dos portugueses concorda com as restrições que entram em vigor à meia-noite desta quarta-feira, de acordo com o barómetro da Aximage para o JN.

O fecho de fronteiras entre concelhos durante cinco dias, a proibição das festas de passagem de ano, ou a imposição do recolher obrigatório (a partir das 23 horas no dia 31; e a partir das 13 horas nos dias 1, 2 e 3) são medidas consideradas “adequadas” por 59% dos inquiridos do barómetro de dezembro da Aximage para o JN, o DN e a TSF.

No entanto, um em cada quatro inquiridos acham que se devia ter ido mais longe. Apenas 15% consideram as limitações “excessivas”.

Leia mais em Jornal de Notícias

Este artigo está disponível em: 繁體中文

Artigos relacionados
EconomiaPortugal

"As medidas deviam ser equilibradas. Fez-se muita coisa para português ver"

PortugalSociedade

Portugal só recebe metade das vacinas da AstraZeneca previstas para fevereiro e março

PortugalSociedade

Variante da África do Sul da covid-19 detetada em Portugal

PolíticaPortugal

Costa anuncia fecho de fronteiras aéreas entre Portugal e Reino Unido

Assine nossa Newsletter